Agile Marketing: o que é? Quais os benefícios? Guia completo

Agile Marketing: como implementar gestão Agile na área de marketing

Lideranças encontram desafios diversos no dia a dia de trabalho. Estimular a equipe a ser produtiva, pensar em estratégias, alcançar bons resultados. Essas são só algumas atribuições dos líderes nas empresas. E na área de marketing não é diferente.

Por muito tempo, o marketing foi visto pelas empresas como um centro de custos, e não de resultados. Nos últimos tempos, no entanto, isso tem mudado com o surgimento de novas práticas e metodologias. Um exemplo é o marketing digital, que permite que negócios acompanhem os números das campanhas e implementem melhorias.

No entanto, mesmo em empresas mais modernas, velhas práticas de gestão podem permanecer. Reuniões extensas que poderiam ser emails e planos anuais que ficam defasados antes do prazo são só alguns exemplos. 

O problema é que, no mundo atual, as mudanças são constantes e, trabalhando dessa forma, os negócios não conseguem acompanhar as transformações. Não é mais possível esperar um ano para rever as estratégias de marketing, nem desperdiçar tempo em reuniões pouco produtivas. 

Felizmente, as áreas de marketing podem contar com uma metodologia que se adequa a esse contexto de mudanças: o Agile Marketing, que toma emprestado ideias vindas do desenvolvimento de software para fazer com que os negócios respondam da melhor maneira às transformações do mercado, de maneira colaborativa e focada no consumidor.

Quer saber mais sobre o que é Agile Marketing e o que essa estratégia pode fazer pela sua empresa? Então continue a leitura!

 

Entendendo o que são metodologias ágeis

Antes de falar sobre Agile Marketing, é preciso dar um passo atrás e entender o que são metodologias ágeis. 

Também chamadas simplesmente de agile, elas consistem em um conjunto de práticas voltadas para a área de desenvolvimento de softwares. E engana-se quem pensa que são recentes. Desde pelo menos a década de 1970 os desenvolvedores já estão preocupados em otimizar seus processos de trabalho, listando etapas de forma visual e organizada.

Em 2001, foi publicado o Manifesto for Agile Software Development, assinado por 17 desenvolvedores norte-americanos. O documento lista 12 princípios para o desenvolvimento ágil de softwares. São eles:

  1. Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente através da entrega contínua e adiantada de software com valor agregado.

  2. Mudanças nos requisitos são bem-vindas, mesmo tardiamente no desenvolvimento. Processos ágeis tiram vantagem das mudanças visando vantagem competitiva para o cliente.

  3. Entregar frequentemente software funcionando, de poucas semanas a poucos meses, com preferência à menor escala de tempo.

  4. Pessoas de negócio e desenvolvedores devem trabalhar diariamente em conjunto por todo o projeto.

  5. Construa projetos em torno de indivíduos motivados. Dê a eles o ambiente e o suporte necessário e confie neles para fazer o trabalho.

  6. O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para e entre uma equipe de desenvolvimento é através de conversa face a face.

  7. Software funcionando é a medida primária de progresso.

  8. Os processos ágeis promovem desenvolvimento sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e usuários devem ser capazes de manter um ritmo constante indefinidamente. 

  9. Contínua atenção à excelência técnica e ao bom design aumenta a agilidade.

  10. Simplicidade — a arte de maximizar a quantidade de trabalho não realizado — é essencial.

  11. As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de equipes auto-organizáveis.

  12. Em intervalos regulares, a equipe reflete sobre como se tornar mais eficaz e então refina e ajusta seu comportamento de acordo.

Esses princípios são voltados para equipes de desenvolvedores. Mas, como os direcionamentos servem para orientar a gestão de projetos, diversos pontos podem ser aplicados a outras áreas das empresas, dentre elas o marketing.

 

Veja também:  Não contrate uma agência sem conhecer seu negócio

O que é Agile Marketing?

Agile Marketing consiste em uma estratégia de gestão de projetos usada na área de marketing para otimizar o resultado das campanhas, tomando emprestado práticas comuns nas metodologias ágeis.

Nessa estratégia, os projetos são divididos em tarefas menores, e cada etapa é realizada com qualidade e de maneira objetiva para resultar em um projeto de sucesso. É possível ter em desenvolvimento, de forma simultânea, diversos projetos ou campanhas. Os processos ficam organizados de forma visível para todos, com estágios e prazos bem definidos.

Faz parte do Agile Marketing, também, a avaliação dos resultados das campanhas, tanto para corrigir a rota quanto para obter aprendizados para as próximas.

O Agile Marketing foi sistematizado em 2012, em um encontro que reuniu 20 pensadores da área nos Estados Unidos. Eles criaram o Agile Marketing Manifesto com base em suas ideias, acertos e erros.

No site oficial, é possível acessar os valores e princípios definidos pelo grupo. O manifesto serve como um guia para negócios e profissionais que desejam adotar a metodologia. Sobre esses pontos, falaremos no tópico a seguir.

 

Quais são os valores do Agile Marketing?

O Agile Marketing Manifesto traz 5 valores do marketing ágil, com o objetivo de acompanhar a velocidade e a complexidade da área no mundo atual. Conhecer essas bases é importante para os negócios que desejam adotar essas metodologias.

As novas maneiras de se trabalhar o marketing foram resumidas pelo grupo nos seguintes pontos: 

 

1. Concentre-se nas necessidades do cliente e da empresa

De acordo com o manifesto, as áreas de marketing devem focar nas necessidades do cliente e da empresa. Se fizerem isso, criarão projetos de marketing mais direcionados e relevantes, em vez de apenas gerar um volume maior de tarefas.

Colocando esse valor em prática, a empresa não faz atividades apenas por fazê-las, e sim se concentra naquelas ações que trarão mais valor para os clientes e mais impacto para o negócio.

 

2. Não espere a perfeição logo no início das ações

Em vez de esperar que tudo esteja perfeito para então lançar projetos, as áreas de marketing devem entregar valor para os clientes já no início do ciclo. Com base nisso, conseguem aprender com os projetos anteriores e implementar melhorias nos seguintes.

Ao esperar pela perfeição, conforme o manifesto, as áreas de marketing das empresas perdem a oportunidade de captar os feedbacks que os clientes têm a oferecer.

 

3. Aprenda com base em experimentos e dados

Os aprendizados com base em experimentos e em dados são bastante estimulados no Agile Marketing, no lugar de achismos e opiniões. Ao fazer experimentos, empresas podem aprender e coletar dados que permitem tomar decisões de marketing melhores e mais efetivas. 

Ao ignorar essas informações para se apoiar em opiniões ou em achismos ultrapassados, por outro lado, a empresa pode deixar de atender o público e perder tempo trabalhando nos projetos errados. O ideal é seguir um processo de validação do aprendizado, em um ciclo que o manifesto descreve como “implementar, medir, aprender”. 

 

Veja também:  6 estratégias de marketing digital que a sua empresa não pode ignorar em 2021

4. Trabalhe de forma colaborativa

O manifesto também defende que o trabalho colaborativo, voltado para as necessidades do consumidor, produz um marketing melhor que equipes que trabalham separadas e seguindo uma hierarquia.

Isso favorece a troca de conhecimentos e evita que ideias que podem ajudar a entregar mais valor para o cliente acabem morrendo. 

 

5. Responda a mudanças rapidamente

Inspirado no Manifesto for Agile Software Development, o último valor do Agile Marketing recomenda responder às mudanças com rapidez, em vez de seguir um plano estático. Os planejamentos precisam ser flexíveis. 

Ao tentar seguir tudo à risca, a empresa pode acabar não atendendo as necessidades dos consumidores e tendo resultados ruins. 

 

Quais são os princípios do Agile Marketing?

Elaborando os valores de que falamos acima, o Agile Marketing Manifesto também traz 10 princípios. Assim como os valores, o texto é atualizado com frequência no site oficial.

  • Um bom marketing requer alinhamento próximo, transparência e interações de qualidade com clientes internos e externos
  • Busque pontos de vista diferentes e diversos
  • Abrace e responda às mudanças para aumentar o valor do cliente
  • Planeje apenas o suficiente para garantir priorização e execução eficazes
  • Arrisque-se e aprenda com suas falhas
  • Organize-se em equipes pequenas e multifuncionais, sempre que possível
  • Crie planos de marketing em torno de indivíduos motivados e confie neles para fazer o trabalho
  • O sucesso do marketing de longo prazo se beneficia de operar em um ritmo sustentável
  • O Agile Marketing não é suficiente. A excelência em marketing também exige atenção contínua aos fundamentos do marketing
  • Lute pela simplicidade

 

Frameworks do Agile Marketing

Existem diversos frameworks ligados ao Agile Marketing. O objetivo deles é orientar a gestão de projetos. Os mais conhecidos são:

  • Scrum: o Scrum divide os projetos em ciclos, chamados de Sprints. As ações que devem ser realizadas ficam em um Backlog. No começo de cada Sprint, que pode durar, por exemplo, uma semana, a equipe se reúne e prioriza as tarefas que serão feitas. Além disso, devem ser realizadas rotinas como as Daily, reuniões rápidas feitas diariamente para verificar o andamento dos projetos, e a Sprint Review, que acontece no final do período. 
  • Kanban: o Kanban é um sistema visual de cards, que podem ser organizados tanto na parede, com post-its, quanto de maneira digital, em ferramentas como o Trello. É preciso criar colunas, como “a fazer”, “fazendo” e “feito” e, nelas, posicionar cards que representam as tarefas. Na medida que as atividades são feitas, elas vão mudando de coluna.
  • Lean: o objetivo do Lean é evitar desperdícios. Por isso, utiliza-se apenas os recursos necessários para executar ações. Além disso, é preciso identificar gargalos que estejam atrapalhando os processos e ter um fluxo claro para toda a equipe. Eleger demandas prioritárias e dar o suporte necessário para que a equipe consiga fazer entregas de qualidade são outros fundamentos.
  • Squads: os Squads são grupos multidisciplinares que trabalham em um determinado projeto. Eles devem fazer reuniões diárias, como ocorre nas Sprints, para avaliar acertos e erros e definir as próximas atividades.

 

Por que adotar o Agile Marketing na sua empresa?

Agora que você já sabe o que é e conhece alguns frameworks, vamos falar sobre os benefícios do Agile Marketing para os negócios que o adotam. Confira: 

 

Veja também:  Entenda como funcionam os algoritmos das redes sociais

Foco no cliente

O Agile Marketing permite definir metas focando no cliente. Toda a equipe busca entender e atender as necessidades dele, descobrindo em quais canais ele está, produzindo conteúdos que vão ao encontro das dificuldades, fazendo campanhas que estejam de acordo com o público-alvo.

Com base na maneira como os clientes respondem, a empresa adapta as estratégias. Isso atende aos desejos dos consumidores atuais, mais informados e exigentes. 

 

Flexibilidade

Com o Agile Marketing, a área de marketing se torna mais flexível e adaptável, o que está de acordo com as necessidades do mundo atual.

É só pensar no ano de 2020. No início do ano, a maioria das empresas criaram um planejamento de marketing como de costume. Porém, poucos meses depois, com o início da pandemia causada pelo novo coronavírus, foi preciso redesenhar as estratégias para se adaptar à nova realidade. 

Mudanças são constantes atualmente. Para acompanhá-las e aproveitar o melhor delas, é preciso adotar uma gestão ágil e ter flexibilidade para mudar de rota quando necessário. 

 

Planejamento adaptável

É preciso ser flexível, mas nem por isso a empresa deve deixar de lado o planejamento estratégico. Esse plano deve trazer indicadores de desempenho para avaliar as ações em andamento e ser mais objetivo. 

As atividades devem ser planejadas em ciclos, por exemplo, mensais ou trimestrais, de modo que possam ser ajustadas se preciso. Redefinir prioridades deve fazer parte da rotina. É importante que a equipe o reveja com frequência e que não o siga de maneira restrita, estando aberta a adaptações. 

 

Produtividade e eficiência

Com o Agile Marketing, a equipe alcança mais resultados em menos tempo. O foco na satisfação do consumidor elimina reuniões desnecessárias e projetos que não levam a lugar algum. 

Por meio de experimentos e campanhas que são melhoradas enquanto estão sendo realizadas, é possível identificar falhas e oportunidades, alcançando resultados sem desperdiçar tempo e dinheiro. Com isso, a empresa ganha produtividade e eficiência.

 

Equipes mais alinhadas

Equipes que trabalham com Agile Marketing se reúnem constantemente para rever planejamentos, compartilhar informações e aprendizados, medir resultados. São conversas rápidas e produtivas, que ajudam a manter a equipe alinhada entre si e com outras áreas do negócio.

Isso é benéfico porque aumenta a transparência e a comunicação interna, contribui para a troca de ideias e permite que todos saibam quais são os projetos em andamento na empresa. 

 

Inovação

Ideias inovadoras raramente surgem em ambientes com hierarquia rígida, setorizados e nos quais não há abertura para trocas e questionamentos. O Agile Marketing privilegia a colaboração, a autonomia dos colaboradores, a realização de testes, a flexibilidade e o foco no consumidor. Um terreno fértil para o surgimento de projetos e campanhas inovadores.

 

Como adotar o Agile Marketing?

Adotar o Agile Marketing não é algo que pode ser feito da noite para o dia. A mudança exige uma transformação profunda na cultura da organização, o que pode levar tempo, principalmente em empresas mais tradicionais. 

Um pré-requisito importante é contar com o apoio das lideranças. É preciso estudar as metodologias e conhecer as ferramentas, treinar os colaboradores e entender que, no início, pode haver erros e resistência da equipe às mudanças.

E você, já adota o Agile Marketing na sua empresa? Compartilhe a sua experiência nos comentários!

Escrito por: