B.done em ação: o caminho mais curto para encontrar sua agência

Dentre os vários desafios enfrentados pelas lideranças de marketing, uma das que se sobressai é a dificuldade de encontrar parceiros, seja para terceirizar parte do trabalho criativo ou para ajudar a pensar um planejamento mais inovador.

Se as reais necessidades e prioridades não são corretamente estruturadas e alinhadas em um bom briefing certamente que:

1 – a marca levará um tempo muito maior para encontrar um parceiro que esteja adequado às suas necessidades;

2 – assim que contratado o parceiro, ambos, agência e marca, irão se deparar com as primeiras fricções, independentemente da estratégia adotada ser amparada na contratação de freelas ou de agências.

E aí é óbvio que, em um contexto de inseguranças e desalinhamentos muito provavelmente resultará em expectativas frustradas. Isso sem nem mencionar outros problemas já tão corriqueiros como delay nos prazos, fila de jobs com a agência, projetos descolados da realidade da marca, etc.

É exatamente aqui que a B.done entra auxiliando as marcas: entendendo melhor os desafios e quais os tipos de parceiros que elas precisam, dentro de um budget ou serviço específico, economizando tempo, dinheiro e saliva em buscas sem fim.

Por esse motivo, convidamos a Ana Carolina Cavichioli, Gestora de Operações da B.done e uma das mulheres de negócios do time da B.done, que traz nessa conversa a sua visão do mercado e nas principais dificuldades enfrentadas pelas lideranças de marketing.

 

B.done Marcas

 

B.done: As mudanças trazidas pela transformação digital, onde várias marcas tentam se adaptar aos novos modelos de trabalho e simultaneamente buscam um posicionamento mais estável no mercado, faz com que as Lideranças de Marketing cada vez mais acumulem responsabilidades. De que forma a B.done pode auxiliá-los nesse processo tão desafiador que muitos estão vivenciando?

Ana Carolina: Entendo que o processo de busca por uma agência ‘“perfeita” que atenda às necessidades da marca e o projeto com assertividade, budget enquadrado ao planejamento, expertise com o segmento, know-how com o mercado exige muitas vezes, tempo!

E aqui está o ponto de atenção – em meio a pandemia, o que mais faltou nas empresas foi TEMPO, então essa procura foi se acumulando em meios as atividades diárias dos profissionais que muitas vezes acabam fechando contratos de longa duração (de um ou dois anos) com agências sem ao menos ter realmente sentido uma sinergia, confiança, deixando-o desmotivado e digo mais: frustrados com a contratação.

Veja também:  Rumo Marketing: a importância de contratar uma agência que entende o mercado local

Eu costumo brincar que somos uma ponte! Fico nesse caminho encurtando o máximo neste processo entre as agências e as marcas, mostrando que com o briefing certo posso lhes apresentar à agência mais aderente ao cenário. Resumindo: eu consigo otimizar o tempo do profissional, apresentando uma solução para a sua dor, lhe “receitando” o remédio ideal, que no caso – trocadilhos a parte – é uma agência especializada.

 

B.done: Aqui na B.done nós disponibilizamos 30 minutos de mentoria gratuita para quem quiser discutir os desafios da empresa e buscar insights para as estratégias de marketing. Você pode nos falar um pouco sobre como funciona essa consultoria e como isso pode ajudar os líderes e profissionais de marketing? Quais as maiores dores das marcas que procuram os nossos serviços hoje?

Ana Carolina: Este processo de mentoria acolhe esse profissional e apresenta algumas oportunidades que podem agregar no dia-a-dia lhe apoiando com cases parecidos, estratégias mais comuns de mercado – e que tenham resultados positivos.

Nem sempre é fácil descobrir as melhores estratégias que vão suprir as necessidades da marca, em um budget limitado ou até mesmo deadline de entrega: o famoso – PARA ONTEM! Neste caso, vemos diversos profissionais com dificuldades de compreender o cenário e investir nas soluções corretas que podem lhe apoiar a curto, médio e longo prazo.

“Quando você compreende a dor, fica mais fácil você oferecer a solução”. Tudo baseado em um diálogo muito transparente, para enxergarmos oportunidades que talvez aquele profissional ainda não tenha visto sob a ótica dele. Sabe aquela célebre frase da nossa avó: casa de ferreiro, espeto de pau? Pois bem, é quase isso! Tantos anos trabalhando com a mesma atividade, pode deixar o profissional “cego” a ver pequenas saídas para os seus desafios! E quer saber? A gente gosta mesmo de conversar e ajudar! O mundo precisa de colaboração!

 

B.done: Como especialista de marketing e negócios com um boa experiência no mercado, quais têm sido os principais desafios enfrentados pelas lideranças de marketing, e como eles têm buscado resolver esses problemas ?

Veja também:  Winning by Design: Como estruturar uma equipe comercial em agências de marketing

Ana Carolina: Aqui eu poderia ser bem direta e dizer: ajustar o escopo dentro de um investimento limitado!

A pandemia trouxe muito esse cenário, com redução de custos, investimentos em mídia, campanhas e o budget de marketing sofreu um impacto gigante em um momento que deveria ter sido ao contrário. O movimento deveria ter sido um maior investimento para a marca aparecer no mercado e se posicionar perante a concorrência, mas vimos o oposto.

Não podemos generalizar, pois, os segmentos como imobiliário, indústria de alimentos, farmacêutica, beleza e bem-estar tiveram um aumento significativo nos seus investimentos, mas, em geral, posso dizer que o desafio foi planejar ações para um ano totalmente incerto, pois não se sabe até o momento, quando esse cenário pandêmico irá findar.

Então vem aquela dúvida: planejo ações para os próximos seis meses, um ano? Meus eventos poderão acontecer? Onde investir? As respostas ainda são uma dificuldade para os profissionais que, neste caso, precisam entender o comportamento do seu consumidor e se adequar às estratégias digitais que aumentem o nível de experiência, de pertencimento à marca.

 

B.done: Sabemos que a relação entre marcas e agências muitas vezes passam por fricções, seja por falta de alinhamento de expectativas, briefing mal-comunicado, etc. Como as marcas podem reduzir esse atrito?

Ana Carolina: Não existe a fórmula perfeita para o sucesso! Neste caso é comunicação diária, tendo em vista que o mundo muda todos os dias, as pessoas amam o site X, mas amanhã elas já odeiam porque conheceram o Y! Então aqui precisamos estar em movimento e aprendizado diário.

As marcas precisam construir um briefing e por isso oferecemos nosso apoio de forma que deixe tudo bem alinhado às expectativas de resultados, em uma relação baseada a métricas, onde as agências precisam apresentar semanalmente, quinzenalmente os dados das ações para ambos conversarem e verificar se as estratégias estão sendo assertivas, ou se será necessário ‘ajustar o remo.

Nas conexões que a B.done promove sempre comentamos que o nosso diferencial é criar um relacionamento, sendo quase um processo de encantamento, um casamento, porque existe algo mais sério que uma relação entre marca e agência? Não!

Esse casamento precisa ter química, ter o MATCH PERFEITO, responsabilidade, respeito e o amor com pílulas diárias para que a relação dure e perpetue por vários anos! Quando isso acaba! Sinal de que já é hora de trocar de parceiro… OPS.. agência!

Veja também:  Marketing no Setor Educacional: como o SAS Educação está acompanhando as necessidades do mercado

 

B.done: Agora que o trabalho da B.done ficou mais claro, precisamos saber: quem pode procurar e contratar a B.done? (pequenas, grandes empresas?)

Ana Carolina: Não existe uma empresa com as características ideais, existe sim, na verdade, uma empresa que consiga oferecer um suporte de time de marketing (que não necessariamente é um time robusto), mas que tenha uma pessoa de contato que lide diretamente com o marketing e/ou comunicação da marca.

O que significa uma empresa que queira crescer! Que tenha vontade de vender seus produtos e serviços! Que tenha valores – e não estou citando dinheiro – valores de ética, responsabilidade com o seu público! Que queira evoluir e transformar os seus negócios!

 

B.done: E olhando para o outro lado agora, quais perfis de agências fazem parte do portfólio da B.done? O que as marcas podem esperar em relação a variedade de serviços que serão oferecidos?

Ana Carolina: Temos um portfólio de agências que oferecem soluções em marketing digital, performance, UX e UI, inbound marketing, SEO, CRM, conteúdo, PR, comunicação, life experience, eventos! E todas são especialistas em suas frentes, com cases consolidados do mercado atuando com grandes marcas de diversos segmentos.

As marcas podem esperar que só indiquemos realmente quem tem perfil para entregar resultado ao desafio! Então, podem se sentir seguras que nossas indicações vão sempre superar as expectativas, por sermos criteriosas em nossa carteira de agências, afinal é o nome da B.done que também encontra-se neste radar.

Unimos a experiência de vários anos da nossa CEO, Cáh Morandi, atuando com o mercado, apoiando em diversas transações comerciais com grandes contas, para mostrar que existe uma agência perfeita para a sua marca, basta você conversar conosco que juntas vamos traçar o perfil! Vamos?.

Agências de Marketing: escolha seu parceiro com a B.done

 

Nosso trabalho é conectar empresas que querem melhorar resultados de marketing e negócios às agências ideais para cada caso. Quer saber mais sobre como a B.done pode ajudar a sua marca a encurtar o caminho para encontrar o parceiro ideal? Entre em contato com a gente aqui!

Compartilhar artigo

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on tumblr
Share on telegram

Escrito por:

Gleiciane Ribeiro
Gleiciane Ribeiro

NÃO PERCA NENHUM CONTEÚDO.
INSCREVA-SE PARA RECEBER
NOSSOS ARTIGOS EM PRIMEIRA MÃO

    CATEGORIAS

    + SOBRE A B.DONE