Contratar uma agência ou internalizar o marketing? O que é melhor?

O que é melhor: contratar uma agência de marketing, terceirizando o serviço, ou montar um time interno para desenvolver todas as ações da área? Essa é uma questão que, cedo ou tarde, os gerentes de marketing de empresas precisam enfrentar.

Primeiro, é preciso dizer que não há certo ou errado. A resposta depende de uma série de fatores, como os seus objetivos de negócio. Para ajudar nessa decisão, neste artigo vamos falar sobre as diferenças entre contratar uma agência e internalizar o marketing, assim como os prós e contras de cada opção. Continue a leitura e fique por dentro!

Como funciona o marketing in-house? Conheça os prós e contras

Vamos começar falando do marketing in-house, ou equipe de marketing interna. O modelo consiste em contratar colaboradores pagos pela empresa, que se dedicarão às atividades de marketing, exclusivamente.

Quando o marketing é conduzido de maneira interna, é preciso que essa equipe absorva uma série de tarefas, que vão desde o marketing digital até o marketing offline. Isso inclui ações como:

  • Cuidar do site da empresa
  • Atualizar o blog com conteúdos interessantes para o público-alvo
  • Atualizar as redes sociais
  • Fazer campanhas de mídia paga nas redes sociais, Google e outros canais que fizerem sentido para a empresa
  • Fazer campanhas de email
  • Analisar os resultados das ações

Algumas dessas tarefas são mais especializadas, outras menos. Mas, de modo geral, para ter uma equipe de marketing completa, pode ser necessário abrir diversas vagas, como de gerente de marketing, redator de conteúdo, especialista em SEO e analytics, social media, especialista em mídia paga, designer e desenvolvedor, só para citar alguns.

Abaixo, veja os prós e contras desse modelo:

Vantagens de ter uma equipe de marketing interna

Conhecimento do negócio: um dos benefícios de ter uma equipe interna de marketing é que, por estarem dentro da empresa, essas pessoas podem se aprofundar no negócio, conhecendo de perto os produtos ou serviços desenvolvidos, por exemplo. Com essas informações, o marketing consegue desenvolver campanhas mais certeiras e comunicar de maneira exata o que a empresa deseja.

Agilidade nos processos: ao internalizar o marketing, a empresa ganha agilidade nos processos. Para solicitar uma alteração em um material, por exemplo, basta pedir diretamente ao colaborador responsável por essa tarefa.

Conhecimento do mercado de atuação: como o time de marketing trabalha somente para a empresa, sem ter que atender uma grande carteira de clientes, pode se aprofundar mais facilmente nos temas relacionados ao mercado de atuação do negócio, ficando por dentro das tendências. O acesso aos clientes da empresa também é facilitado. Dessa forma, a equipe conhece as objeções de compra e as campanhas focam nas dores do público-alvo.

Análise frequente: se a empresa tem necessidade de receber análises frequentes dos resultados, o marketing in-house pode ser uma boa opção, já que as agências costumam entregar relatórios com uma frequência pré-definida, como mensal ou semanal.

Desvantagens de ter uma equipe de marketing interna

Necessidade de fazer diversas contratações: é importante ressaltar que dificilmente poucas pessoas conseguirão dar conta de uma estratégia de marketing em diversos canais. Para internalizar o marketing de maneira que dê resultados, é preciso investir em contratações de especialistas em diversas frentes. O problema é que preencher todas essas vagas pode custar caro para a empresa.

Falta de especialização: nem sempre os colaboradores contratados são especializados o suficiente para realizar o melhor trabalho em cada canal, diferentemente da agência, que pode ser bem focada em uma parte da estratégia, contando com uma equipe de especialistas no assunto.

Curva de aprendizado: como a equipe de marketing será contratada e treinada do zero, a curva de aprendizado pode ser mais longa. Por isso, os resultados também podem demorar mais para chegar.

Como funciona a terceirização do marketing? Veja os prós e os contras de contratar uma agência de marketing

A agência, por outro lado, conta com um time de especialistas aos quais a empresa pode ter acesso sem, no entanto, se preocupar com contratações ou gestão de pessoas. O foco, aqui, é na expertise que essa equipe pode oferecer.

Existem agências mais generalistas, como as agências full service e as que oferecem serviços de marketing digital de maneira geral, e também mais especializadas, que focam, por exemplo, em conteúdo, SEO, mídia paga, assessoria de imprensa.

A empresa pode, ainda, contratar mais de uma agência, caso queira contar com a expertise dos profissionais em diferentes áreas.

 

Leia também: Agências de marketing: conheça os diferentes serviços oferecidos e saiba e como eles podem ajudar a sua marca

 

Abaixo, listamos as principais vantagens e desvantagens de contratar uma agência de marketing:

Vantagens de contratar uma agência de marketing

Economia de tempo e de dinheiro: ao contratar uma agência, a empresa se preocupa em assinar somente um contrato, economizando dinheiro. O gestor da área de marketing só precisa garantir que o trabalho desenvolvido pela agência tenha qualidade. Além disso, a agência pode trabalhar focada desde o primeiro dia, já que não é preciso treinar os colaboradores, o que traz resultados mais rápidos.

Especialistas à disposição: as agências contam com as pessoas e as ferramentas necessárias para fazer um bom trabalho de marketing. Criar um artigo seguindo as boas práticas de SEO pode ser complicado para quem não tem experiência no assunto, por exemplo. Por outro lado, para um profissional focado nisso, é algo cotidiano, que pode ser feito rapidamente e com excelência. O mesmo vale para ferramentas e softwares, que a empresa não precisará se preocupar em fazer a contratação.

Nova perspectiva: pessoas de fora do negócio podem trazer um olhar diferente, com ideias inovadoras para agregar a sua estratégia de marketing. Isso porque as agências conhecem o mercado, sabem o que outras empresas desenvolvem e estão por dentro das últimas tendências da área de marketing.

Desvantagens de contratar uma agência de marketing

Falta de conhecimento do funcionamento da empresa: terceirizar o marketing com uma agência também tem seus contras, E um deles é a falta de conhecimento que a empresa terceirizada pode ter sobre o seu negócio. A empresa pode oferecer informações detalhadas para ajudar, mas ainda assim pode faltar a vivência dentro do negócio no dia a dia. Por conta disso, até que se faça os ajustes e se consiga uma parceria eficaz com a agência, pode levar algum tempo para a parceria engrenar.

Demora para fazer alterações: ao contrário do que acontece no time de marketing interno, no caso da agência a empresa não costuma ter acesso aos colaboradores responsáveis por cada ação. O mais comum é que o colaborador do marketing da empresa precise entrar em contato com o gerente de conta, que, por sua vez, solicitará as mudanças aos responsáveis. Como essa comunicação ocorre em várias etapas, as alterações podem demorar para sair, tornando mais lento o desenvolvimento do projeto.

É possível combinar o trabalho da agência e o do time interno de marketing? Conheça o modelo híbrido

Como você pode ver, tanto contratar uma agência de marketing quanto construir um time interno têm suas vantagens e desvantagens. A boa notícia é que não é preciso escolher entre um e outro. Existe uma terceira via, que chamamos de modelo híbrido.

Um time de marketing híbrido é considerado uma solução bastante efetiva, utilizada por grandes empresas ao redor do mundo.

Nesse formato, a empresa tem um time de marketing enxuto e conta com parceiros estratégicos para dar vazão às ações e também para trazer mais criatividade e inovação para o marketing.

Como falamos, a empresa pode contar com mais de uma agência, a depender das suas necessidades, por exemplo, uma focada em marketing digital, outra em eventos, outra em assessoria de imprensa e assim por diante.

A principal vantagem desse modelo é organizar o fluxo de trabalho de maneira eficaz, com a equipe interna concentrando-se nas tarefas que faz melhor. A equipe in-house também fica responsável por garantir a qualidade das entregas das agências. Enquanto isso, os parceiros estratégicos e especializados cuidam dos canais que você resolveu terceirizar.

Como escolher uma boa agência parceira?

Se o seu negócio optou por terceirizar o marketing ou por um modelo híbrido, é preciso escolher as agências certas. É necessário selecioná-las com cuidado para não desperdiçar tempo e dinheiro.

O primeiro passo para essa escolha é ter em mente qual o seu objetivo com uma parceria com a agência. O que a sua equipe já faz bem? O que precisa ser terceirizado? É a operação toda, ou somente uma parte? Converse com a equipe, faça um plano de ação e entenda o que é necessário em termos de ajuda externa para alcançar as metas.

Além disso, temos algumas outras dicas para você escolher a melhor agência para o seu caso:

1. Analise a presença online da agência

Avaliar a presença digital da agência é muito importante para entender sobre sua expertise e para saber se ela está de acordo com o que você espera para a sua empresa. Isso é especialmente válido caso você esteja procurando uma agência de marketing digital, ou de alguma de suas vertentes.

Verifique:

  • se a agência tem uma presença digital consistente
  • se tem estudos de caso que comprovam como atingiu resultados para os clientes
  • se possui boas avaliações

Com base nessas respostas, alinhando as agências aos seus objetivos de negócio, você já consegue filtrar algumas que podem fazer mais sentido para a sua empresa.

2. Fale com clientes atuais ou com ex-clientes

Ao procurar pela agência, busque também empresas que são ou foram clientes dela. Procure conversar com alguém dessa empresa para entender como foi a relação com a agência, se obtiveram bons resultados e se o trabalho é recomendável.

No próprio site da agência é possível encontrar quem são os clientes ou ex-clientes. Por meio do LinkedIn, você pode encontrar conhecidos que trabalham nesses negócios e conversar com eles.

3. Converse com a agência

Você pode conseguir muitas informações analisando a presença digital e conversando com clientes atuais e ex-clientes, mas consegue avaliar melhor ainda depois de conversar com a agência.

Observe se o processo de venda dos serviços é bem estruturado ou confuso, o que pode ser um alerta. Veja se a pessoa com quem está conversando tem habilidade de ouvir e de propor soluções para as dificuldades que o seu negócio enfrenta.

Quando a agência conduz o processo de vendas com cuidado e demonstrando compreensão dos problemas e objetivos da sua empresa, considere como um bom sinal.

4. Atenção à proposta

Uma vantagem de contratar uma agência é que ela apresenta um plano em forma de proposta feito de maneira personalizada para a sua empresa.

É interessante que esse documento reflita os problemas e objetivos discutidos durante a conversa com a agência. Veja também se as métricas e os canais a serem usados estão bem descritos e se existe um detalhamento de como a empresa e a agência vão trabalhar juntos.

5. Conte com ajuda especializada para escolher a agência ideal

São tantas as agências disponíveis no mercado que, na hora de escolher, é comum que a empresa fique em dúvida. Esse processo de seleção pode ser longo, cansativo e, no final, a parceria escolhida pode não trazer os resultados esperados.

Para facilitar essa escolha e evitar esse tipo de decepção, já existem negócios especializados em conectar agências e empresas. É o caso da B.done, que conecta marcas a agências e veículos de mídia, de acordo com os desafios de cada negócio.

O objetivo é encurtar caminhos, identificando os melhores parceiros de planejamento, digital, criatividade, produção de conteúdo online e offline e outras especialidades que sejam mais alinhados às suas estratégias.

 

Agências de Marketing: escolha seu parceiro com a B.done

Quer saber mais? Clique aqui e conheça nossas soluções para marcas! Você também pode solicitar 30 minutos de mentoria gratuita para identificar as principais dificuldades da sua área de marketing.

E você, ficou mais fácil escolher entre contratar agência de marketing ou internalizar esse trabalho depois da leitura do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe sua opinião com a gente!

 

Compartilhar artigo

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on tumblr
Share on telegram

Escrito por:

Débora Brauhardt
Débora Brauhardt
Especialista em Gestão da Criatividade e Inovação e mais de 12 anos de carreira em estratégias de negócios, marketing, customer success, gestão e internacionalização em empresas como Parque Tecnológico Itaipu, Resultados Digitais e Octadesk.