“O Nordeste é a mola propulsora do Brasil para os próximos anos.”, aponta Fernando Hélio, Fundador do Nosso Meio

Você sabia que o Nordeste brasileiro está se destacando como uma região cheia de negócios promissores? Em uma entrevista para a B.done, Fernando Hélio, fundador do Nosso Meio e Diretor Comercial e Marketing na Sobral Indústria Gráfica, compartilha sua visão sobre o futuro da região. Confira!

 

BD: Para começar, gostaria que você se apresentasse brevemente e nos contasse um pouco sobre sua trajetória profissional até se tornar CEO do Nosso Meio.

Fernando: Faço parte de uma indústria gráfica familiar há 20 anos e, desde 2020, também do Nosso Meio. Tenho especialização em Gestão de Negócios e sou certificado pelo Programa de Desenvolvimento de Conselheiros, ambos pela FDC – Fundação Dom Cabral. Sempre estive envolvido em movimentos que disseminam conteúdos e relacionamentos e, no Nosso Meio, temos um propósito muito claro: “Melhorar o meio em que estamos inseridos, através de conteúdo especializado e relacionamentos relevantes.”

 

BD: Como você avalia o impacto do Nosso Meio na cenário nacional até o momento, e quais são os aspectos que mais lhe trazem orgulho em relação ao trabalho realizado pela empresa?

Fernando: Fazer parte do Nosso Meio é motivo de muito orgulho para mim! O que o Nosso Meio entrega para o mercado é algo imensurável em termos de transformação do próprio mercado e das pessoas que fazem parte dele. Conectamos o Nordeste às marcas e as marcas ao Nordeste, por meio das nossas frentes: Portal, Redes Sociais, Podcast, Impresso e Eventos.

 

BD: Agora, tratando um pouco mais sobre o mercado, como descreveria o atual panorama de negócios no Nordeste?

Fernando: O Nordeste é a mola propulsora do Brasil para os próximos anos. O Brasil está olhando para o Nordeste como uma região de grandes oportunidades, grandes negócios, grandes pessoas. O Nordeste é um “país”, somos nove estados. Temos várias culturas diferentes dentro da mesma região, algumas que até são mesmo mais influenciadas por outras regiões do que pelo próprio Nordeste. Muitas marcas pensam que conhecem e sabem se comunicar  com o Nordeste, mas poucas realmente fazem isso da forma minimamente correta. É preciso ter atenção para uma região com tamanha dimensão, repleta de riquezas e oportunidades.

Veja também:  Inbound Marketing: por que uma agência especializada pode fazer a diferença?

 

BD: Na sua opinião, quais vantagens competitivas a região oferece para marcas e agências de marketing em comparação com outras localizações do Brasil?

Fernando: Sobre as oportunidades, elas são muitas! Temos grandes organizações que, apesar de atualmente terem uma atuação nacional e até mesmo multinacional, nasceram aqui e continuam com grande parte de sua operação aqui. Temos a maior aprovação nas melhores instituições de ensino do país, o que diz muito sobre nossos jovens e, ao mesmo tempo, nos compete um enorme desafio diretamente ligado à “diáspora” desses grandes nomes que, em muitos casos, deixam nossa região para estudar e não retornam para trabalhar. Estamos numa região extremamente privilegiada em relação à posição geográfica, o que nos permite a possibilidade de conexão logística com Europa e África como nenhuma outra região consegue. Entre tantas outras coisas.

 

BD: De acordo com sua experiência, quais são os principais desafios que as empresas enfrentam ao investir na comunicação com o Nordeste?

Fernando: O desafio de entender o comportamento do consumidor de uma região tão diversa. O caminho é buscar parceiros locais que conheçam bem a região e saibam se comunicar com o público de forma como o público espera que seja feito, surpreendendo sempre que possível.

 

BD: Como o Nosso Meio pode ajudar a superar esses desafios? Quais são as oportunidades de parceria e colaboração que a plataforma oferece nesse sentido?

Fernando: Conectamos as marcas ao Nordeste e o Nordeste às marcas. Temos a missão de melhorar o meio em que estamos inseridos através de conteúdo especializado e relacionamentos relevantes. E é por meio desta missão que ajudamos todo o mercado nacional.

 

Bate-bola (responda com no máximo 4 palavras): 

Veja também:  Como a cultura da agência pode expandir dez vezes mais os seus negócios

Um livro que você indicaria para todos: “A Mentalidade do Fundador”, de Chris Zook e James Allen (Bain & Company).

Uma referência/inspiração de carreira: Meus pais, Hélio e Norma Brito, Beto Studart (BSPAR), Fábio Barbosa (Natura), entre tantas outras.

Uma dica para os negócios: Fazer dar certo, fazendo a coisa certa, do jeito certo.

Uma dica para a vida: A mesma que dei para os negócios: Fazer dar certo, fazendo a coisa certa, do jeito certo.

Para você, trabalhar com comunicação é…? 

É cuidar do negócio como um todo, permitindo que marcas e pessoas se mantenham informadas e conectadas.

 

By: B.done | Beatriz Proença

 

Continue Lendo:

Melhore seu ranqueamento no Google: como escolher palavras-chave

Estar bem posicionado nos resultados de busca do Google é essencial para qualquer negócio que deseja

O que está acontecendo? O estado do marketing global

Quais são as esperanças e sonhos dos profissionais de marketing? O que tira o sono deles?

Como maximizar os resultados de um serviço de Digital PR em 2024

Ter uma estratégia sólida de relações públicas é como possuir um passe de acesso especial que

Receba informações e notícias em seu e-mail.