Saiba mais sobre os tipos de remuneração das agências

Saber quais são os tipos de remuneração das agências é algo muito importante caso você esteja estudando a contratação desse tipo de empresa.

Neste artigo, vamos entender melhor sobre algumas formas de remuneração das agências de publicidade e marketing.

Tipos de remuneração das agências

Primeiramente, é importante dizer que é preciso identificar qual é o modelo de remuneração das agências que melhor se adapta a sua realidade.

Vamos conferir então os tipos mais comuns de remuneração das agências e as vantagens de cada um deles.

Modelo 1: Sucess Fee

Este é um modelo de remuneração das agências, normalmente, de pequeno e médio porte. Ele é baseado na precificação por resultados obtidos pelas metas de trabalho. Isso quer dizer que um valor é cobrado de acordo com o desempenho do serviço prestado para o cliente.

O Sucess Fee é um modelo baseado na precificação por resultados obtidos em determinadas metas de trabalho, ou seja, trata-se de um valor cobrado considerando o desempenho do serviço prestado para o cliente.

Para esse tipo de remuneração é importante que as metas estejam bem determinadas em contrato. Elas podem ser: taxa de conversão, oportunidades geradas, vendas e etc.

Uma das grandes vantagens é que esse método pode otimizar os resultados que a agência entrega a você.

Modelo 2: Remuneração por produção

Esse é um formato muito adotado como remuneração das agências. Como o próprio nome já diz, ele consiste no pagamento por peça ou ação executada.

Os valores referente aos pagamentos podem variar de agência para agência, sendo que, normalmente, elas se baseiam na tabela no sindicato ou associação profissional.

Pode-se dizer que esse é um dos modelos de remuneração das agências que melhor beneficia o cliente, afinal de contas você só irá pagar quando houver demanda de criação de peças ou ações.

 

Veja também:  Marketing no Olist: prioridades e aprendizados do marketing em startups.

Modelo 3: Fee Mensal

Ele consiste em um pagamento mensal pré-definido entre você e a agência que contratou.

A agência pode optar por fazer a cobrança a partir da quantidade de jobs, quantidade de horas de produção, etc.

Além de você saber exatamente o que pagará, também contará com o time da agência à disposição, com resultados que se alinham às suas expectativas, obtendo resultados mais assertivos da agência.

Modelo 4: Remuneração Variável 

A remuneração variável é definida como recompensas que irão complementar a remuneração base pré-fixada. Ela está diretamente relacionada ao desempenho nas atividades e resultados obtidos.

Esse tipo de remuneração impacta diretamente no esforço individual e coletivo para chegar a melhores resultados. Além disso, gera também maior reconhecimento aos membros do time, melhorando a qualidade de trabalho e vida.

Modelo 5: Comissão Padrão ou Bônus de Veiculação

Este tipo de remuneração é estabelecido pelo art. 11 da Lei nº 4.680/65 e pelo art. 11 do Decreto 57.690/66. Na prática, apenas às agências certificadas pelo CENP podem receber dos veículos uma comissão padrão no valor de 20% em cima do investimento de mídia.

Esse valor de 20% é referente a veículos de mídia, porém esse tipo de remuneração também permite uma comissão de 15% sobre serviço de outros fornecedores, como: produtoras de áudio, vídeo, mídia digital, agências de modelo e atores, fotógrafos e gráficas.

Por ser um valor fixo de 20%, é garantido que a agência irá escolher o veículo para anúncio por conta do benefício ao anunciante e não pelo o que será pago de comissão. Entregando maior garantia para o seu cliente.

E qual o melhor tipo de remuneração?

Essa resposta é um grande depende. Não existe um tipo melhor que o outro, e tudo depende do quanto você dispõe para realizar esse tipo de pagamento. 

Se tem meses que você não tem nenhuma demanda, e outros você tem muitas, é necessário estudar se você prefere pagar um valor maior quando tiver muita demanda, ou se é melhor pagar um valor intermediário tendo demanda ou não, por exemplo. 

Estude os modelos de remuneração das agências para descobrir qual é melhor para você contratar e até para que você possa fazer uma proposta para as agências dentro da realidade do mercado.

Escrito por: