Como a análise data-driven impulsiona o sucesso das campanhas de marketing: uma entrevista com Mário Soma

A abordagem data-driven é um pilar fundamental no mundo do marketing, oferecendo uma série de benefícios significativos que contribuem para o sucesso das estratégias e campanhas. A análise data-driven permite que as empresas deixem de lado as suposições e passem a basear suas estratégias em informações reais e mensuráveis. Gerando alta eficiência, melhor compreensão do público e resultados impactantes.

Mário Soma, CEO da agência Pólvora, foi o entrevistado da B.done desta semana e apresentou sua visão estratégica sobre o tema. De acordo com o CEO, na Pólvora, a adoção da abordagem data-driven acontece em todas as fases da estratégia, desde o planejamento até a execução. 

 

Olá, Mário! Tudo bem? Para iniciarmos, nos conte sobre sua carreira profissional e como foi sua trajetória até se tornar CEO da Pólvora, por gentileza.

Resposta: A minha jornada começou com a fundação da Mario Soma Comunicação Empresarial em 1991, onde atuei por 10 anos em PR para a indústria de Tecnologia e assuntos complexos. Co-fundei outros negócios, com uma visão mais ampla da comunicação, como a agência RMA e a rede de blogs Blog Content. Desde 2008, sou CEO da agência Pólvora, pioneira em mixar mídia social com o mundo corporativo no Brasil. Ao longo desses anos, também participei como jurado no Prêmio Aberje nas categorias Mídia Social e Mídia Digital, além de lecionar em cursos de pós-graduação na área de planejamento estratégico de marketing digital. Sou mentor de profissionais na área de TI e Digital. E hoje, combino minhas habilidades e experiências para liderar e inovar no campo da comunicação.

 

[Pronto para uma jornada única na comunicação? Vamos conectar nossas mentes, integrar nossas experiências, e juntos, criar estratégias que emocionam e envolvem. Você está pronto para atingir o mais alto nível de comunicação do seu negócio?]

 

Veja também:  Live marketing na prática: estratégias de sucesso pela perspectiva de Vivian Ferreira, CEO da GO! Comunicação
Como a abordagem data-driven se integra à estratégia geral da Pólvora? Como a agência incorpora dados em sua tomada de decisões estratégicas, desde o planejamento até a execução das campanhas de comunicação?

Resposta: Na Pólvora, adotamos uma abordagem data-driven em todas as fases da nossa estratégia, desde o planejamento até a execução. Usamos dados para identificar oportunidades, segmentar o público-alvo, personalizar mensagens e medir o desempenho. Isso nos permite ajustar nossas campanhas em tempo real e garantir que elas sejam eficazes e eficientes.

 

Como a cultura data-driven está incorporada na equipe da Pólvora?

Resposta: Nossa equipe é treinada e incentivada a utilizar dados em suas decisões diárias, tendo como diferencial o profundo entendimento do negócio do cliente, como posicionamento, ofertas, ciclo de vendas, entre outros. Oferecemos ferramentas, treinamentos, e apoio contínuo para garantir que todos compreendam e apliquem essa abordagem. Isso cria uma cultura onde os dados são valorizados e usados para impulsionar a inovação e a eficácia.

 

Como a Pólvora utiliza os insights obtidos dos dados para otimizar as campanhas de comunicação? Como a agência usa os insights dos dados para ajustar e melhorar campanhas em tempo real, maximizando os resultados para os clientes?

Resposta: Utilizamos os insights de dados para ajustar as campanhas o mais rápido possível, permitindo-nos refinar a segmentação, a mensagem e os canais de comunicação. Esse processo de otimização contínua, maximiza os resultados, permitindo que os recursos sejam utilizados da maneira mais eficiente possível.

 

Quais são os principais desafios ao adotar uma abordagem data-driven na indústria de comunicação?

Resposta: Adotar uma abordagem data-driven na indústria de comunicação enfrenta desafios cruciais, sendo os três principais:

Integração de diferentes fontes de dados: combinar dados de múltiplas fontes pode ser complexo e demorado. A incompatibilidade entre diferentes sistemas pode criar obstáculos na criação de uma visão unificada e completa do cliente.

Veja também:  Estratégia de Nicho: Como a GSaúde estruturou a agência para atender clientes na área da Saúde

Habilidades especializadas em análise de dados: a eficácia em transformar dados brutos em insights acionáveis exige profissionais com habilidades especializadas em estatísticas e análise. A falta dessas habilidades pode limitar a capacidade de interpretar e aplicar os dados corretamente na estratégia de comunicação.

Adaptação à rápida mudança do cenário digital: o ambiente digital está sempre evoluindo. Adaptar-se rapidamente às mudanças em ferramentas, plataformas e algoritmos é vital, mas também um desafio constante, requerendo agilidade e atualização contínua.

 

Quais são os processos de aprendizado contínuo que a Pólvora adota com base nos resultados das campanhas anteriores?

Resposta: Na Pólvora, temos um processo contínuo de revisão e análise de nossas campanhas. Utilizamos os insights obtidos para aprender com os sucessos e os fracassos, e incorporamos essas lições nos planejamentos futuros. Isso nos ajuda a melhorar constantemente e a permanecer na vanguarda da indústria de comunicação.

 

👥 Para você, trabalhar com marketing digital é:

Trabalhar com marketing digital é uma oportunidade dinâmica de conectar marcas com consumidores de maneira criativa e eficiente. É a arte e a ciência de usar tecnologia, dados e insights para criar experiências personalizadas e relações significativas.

📚 Uma indicação de livro para profissionais da área:

Encontre seu porquê: Um guia prático para descobrir o seu propósito e o de sua equipe, do Simon Sinek. É um livro sobre a importância de ter um propósito na vida. Sinek argumenta que, quando temos um propósito, somos mais motivados, mais produtivos e mais felizes. Ele também argumenta que, quando temos um propósito, somos mais propensos a ter um impacto positivo no mundo.

👩🏽 Uma referência/inspiração de carreira:

Simon Sinek: é um autor, palestrante e consultor britânico-americano. Sinek é mais conhecido por sua teoria do Golden Circle, que afirma que as organizações mais bem-sucedidas são aquelas que sabem por que existem. Ele argumenta que, quando as organizações sabem por que existem, elas podem comunicar sua missão e valores de forma clara e concisa, o que as torna mais atraentes para funcionários, clientes e investidores.

Veja também:  5 itens de publicidade obrigatórios para 2023, de acordo com líderes de marketing

🤫 Uma dica que você carrega para os negócios e para a vida:

Ouvir ativamente e entender verdadeiramente as necessidades e desejos do seu público-alvo. Seja nos negócios ou na vida, compreender o que os outros realmente querem e precisam permite criar soluções mais eficazes e relações mais profundas e significativas.

 

 B.done | Joana Kraemer

 

Continue Lendo:

Passo a Passo para Atingir a Barreira dos 100K/mês em sua Agência

Em um universo empresarial competitivo e dinâmico, estabelecer metas ambiciosas é a essência da busca pelo

Inteligência artificial no marketing: uma nova era para agências

Mais do que uma simples evolução, a inteligência artificial (IA) no campo do marketing tem revolucionado

Comunicação e Mídia em 2024

Em um mundo em constante evolução no marketing digital, antecipar as tendências e enfrentar desafios é

Receba informações e notícias em seu e-mail.