Comunicação e Mídia em 2024

Em um mundo em constante evolução no marketing digital, antecipar as tendências e enfrentar desafios é essencial para o sucesso. Nesta entrevista exclusiva, conversamos com William, CEO da Agência Tiberis.

William compartilha sua jornada, desde os primeiros passos como estagiário até sua posição atual como CEO de uma agência de destaque. Vamos explorar as tendências previstas para o mercado de comunicação e mídia em 2024 e discutir como a Tiberis está adotando estratégias inovadoras.

Este é o momento perfeito para adquirir insights sobre as oportunidades e desafios que aguardam o marketing digital em 2024.

Olá, William! Tudo bem? Para iniciarmos, nos conte sobre sua carreira profissional e como foi sua trajetória até se tornar CEO da Agência Tiberis, por gentileza.

Resposta: 

Olá! Tudo bem! 😃

Minha jornada, acredito que não tenha sido das mais tradicionais. Sabe, eu fui de estagiário para Treinee e logo depois eu saí da agência e fui direto para empreender. Passei por um choque de cultura e passei a ter que aprender de tudo, além da própria publicidade. Comecei a Tiberis beeeeem pequeno… em uma salinha de 12 m² em cima do consultório de uma dentista hehehe! De lá pra cá crescemos muito. Acho que um marco para mim, foi a primeira vez que nos inscrevemos em uma premiação, e logo de primeira vencemos 1 prêmio ouro, acho que essa hora foi quando realmente eu ganhamos autoconfiança e descobrimos que podemos fazer muito mais que já fazemos e decidimos estudar várias áreas e buscar ser cada vez melhores e o crescimento veio por consequência.

*Tem mais MIL coisas para falar… acho que fiz um resumão muuuito resumido. 

Olhando para as projeções para o mercado de comunicação e mídia em 2024, quais tendências e mudanças você acredita que terão o maior impacto no próximo ano? 

Resposta: 

Veja também:  Os desafios da assessoria de imprensa na contemporaneidade: uma entrevista com Adriana Roma

Mudança! Sempre! Vemos muito e vários segmentos, mas principalmente o nosso. Estou vendo muita inteligência artificial em várias áreas e assim como outras ferramentas, acredito que vai nos ajudar muito a dar escala e velocidade e juntar com a era dos dados que já está acontecendo. Ou seja, na verdade o publicitário vai ter um papel maior de realmente “ser publicitário” e tirar insights e ideias dos dados e as ferramentas vão trazer velocidade para executar as ideias.

Quais são os maiores desafios enfrentados no segmento de comunicação e mídia atualmente e como a empresa está lidando com esses desafios? Quais estratégias têm sido implementadas para se manter competitivo e relevante?

Resposta: 

Acredito que o segmento de agências como um todo vem sofrendo e sendo questionados sobre a efetividade, de “provar” o seu valor. Acredito que as mídias tradicionais também vêm sendo questionadas com relação a isso. 

Daí a pergunta de 1 milhão de reais. A definição do “indicador de ouro” que realmente “comprove” a efetividade das campanhas e ações que estamos fazendo. Sabe quando o cliente diz que quer vendas, mas quando você apresenta o resultado diz que o engajamento está baixo? Então, o trabalho que o atendimento acredito que seja ainda mais crucial, fazer aquele briefing in loco. Aquela percepção sobre a situação da empresa etc. Para isso, estamos fazendo treinamento de relacionamento humano e sofisticando cada vez mais a “experiência” que o cliente tem com a Tiberis.

Como você prevê que a personalização e a segmentação de marketing irão se desenvolver no próximo ano, em 2024, e quais abordagens a Tiberis está considerando como as mais eficazes para atender às necessidades desse período?

Resposta: 

Mais uma vez o desenvolvimento da “experiência” do cliente Tiberis tem sido nossa direção estratégica para 2024. Uma jornada que passa por análise de dados para gerar insights de campanhas, peças criativas até o estreitamento de relacionamento. Para nós mesmo da agência, CRM para relacionamento é ótimo, mas nosso volume de cliente é relativamente baixo. Agora para os clientes, não tem alternativa, é análise de dados para gerar insights. Uma coisa que dizemos aqui é que, dentro de uma persona, existem vários perfis que têm necessidades diferentes e compram por motivos diferentes. Por exemplo, atendemos uma multinacional americana que vende soluções para corrosão e temos a persona do “responsável manutenção”, mas dentro dessa personas a gente descobriu que tem “o pessoal da armazenagem” que tem uma necessidade, mas também tem “o pessoal da produção” que a necessidade é completamente diferente, daí para ser mais efetivo na campanha, criamos conjuntos de anúncios para públicos diferentes com criativos que dizem coisas diferentes, e por consequência, trazendo mais resultados para o cliente. Mas reforço que, isso só foi possível com relacionamento mais próximo com cliente, briefing em loco, e aquele “olhar do publicitário” para gerar insight para campanha.  

Veja também:  Opinião: os novos negócios nas agências
Quais são as oportunidades mais promissoras no mercado de comunicação e mídia que você tem identificado? E como aproveitar essas oportunidades para impulsionar seu crescimento e expandir sua presença digital?

Resposta: 

Eu sempre digo que nós vivemos no país das oportunidades. Se parar para estudar só um pouquinho em qualquer segmento achamos oportunidades. Mais especificamente no mercado de comunicação tem muita novidade vindo por aí logo de cabeça rápido penso no social commerce. Imagina? Efetuar toda a jornada de compra do cliente sem sair da rede social. Outra coisa, o live commerce, acredito que seja algo que vai crescer muito aquele primeiro exemplo da Virgínia acho que é a pontinha do Iceberg do que pode ser feito ao vivo. E a Creator Economy? Pessoas que amam uma marca podem ser recompensadas por isso! Isso é demais, pensa nos novos indicadores? Quantas pessoas amam sua marca? Agora… como fazer, cruzar mídias com o social, eventos gerando experiências. Sim, temos muitas oportunidades. 

Como a Agência Tiberis está incorporando tecnologias emergentes, como inteligência artificial, automação e análise de dados, em suas estratégias de marketing digital? Quais benefícios essas tecnologias têm trazido para a empresa e quais são os planos futuros nesse aspecto?

Resposta: 

Somos uma agência que se orgulha por ter processos bem definidos que geram indicadores. Então, a IA tem trazido, em sua essência, mais eficiência e agilidade. Por exemplo, uma campanha com um volume X de criativos e diferentes tamanhos com uma equipe de redator, designers e arte finalistas levaria X horas para entregar e ainda está sujeita a erros humanos e o processo de revisão fica lento e criterioso. Já com a IA, pode reduzir e muito esse tempo e melhorar a experiência do cliente Tiberis. Ah e falando a verdade, nem todas as atividades dentro de uma campanha são “prazerosas”, sabe?

Veja também:  O papel da pesquisa em marketing: uma conversa com Rodrigo dos Reis
Para finalizarmos, um rápido bate bola (responda com uma frase de até 3 palavras).

👥 Para você, trabalhar com marketing digital é: um pedaço de uma campanha.

📚 Uma indicação de livro para profissionais da área: Como fazer amigos e influenciar pessoas do Dale Carnigie

👩🏽 Uma referência/inspiração de carreira: Nick Marshall, do filme Do que as mulheres gostam?

🤫 Uma dica que você carrega para os negócios e para a vida: Vencedores se comportam como vencedores.

B.done | Raquel Schroeder

 

Continue Lendo:

“O Nordeste é a mola propulsora do Brasil para os próximos anos.”, aponta Fernando Hélio, Fundador do Nosso Meio

Você sabia que o Nordeste brasileiro está se destacando como uma região cheia de negócios promissores?

O que está acontecendo? O estado do marketing global

Quais são as esperanças e sonhos dos profissionais de marketing? O que tira o sono deles?

Como maximizar os resultados de um serviço de Digital PR em 2024

Ter uma estratégia sólida de relações públicas é como possuir um passe de acesso especial que

Receba informações e notícias em seu e-mail.