como-contratar-uma-agencia-de-marketing

Marcas: 6 passos para contratar a agência certa

Precisamos começar por uma verdade: toda marca já teve uma experiência que não foi tão boa na contratação de alguma agência. Esse fato pode ter ocorrido pelos mais diversos motivos, mas o certo é que o marketing oferece um vasto campo de soluções muito diferentes. Do planejamento a estratégia de mídia, até SEO, CRO e UX, e só para ficar um pouquinho mais complexo: do marketing tradicional ao marketing digital. Vamos colocar mais uma variável: transformação digital. Ufa!

Com tanta coisa em um mercado que está em constante evolução, acompanhar todas as tendências podem consumir muito tempo de aprendizado das lideranças de marketing e consequentemente, criar um campo propício de erro para contratar a agência certa para determinado desafio.

Talvez por conta disso, muitas marcas acabam por optar por internalizar o marketing, que embora possa significar alguma vantagem, envolve um grande desafio manter o controle e desenvolver uma equipe alinhada aos propósitos da marca. No entanto, não é tão simples e existem armadilhas nesse caminho, principalmente em torno da atração de talentos criativos e da falta de uma perspectiva externa das quais as agências estão imersas para trazer propostas criativas muito mais atraentes.

Por outro lado, há uma série de vantagens em trabalhar com uma agência para fazer parceria em estratégias, planejamento de campanhas e criação. Mas para guiar essa decisão é necessário ter alguns pontos validados, como, por exemplo:

  • planejar um budget que esteja alinhado a solução que sua marca precisa;
  • ter uma pessoa focal e dedicada a relação diária com a agência e;
  • definir claramente o escopo e o tempo de trabalho.

Tendo esses pontos resolvidos, então você pode prosseguir no desafio que é encontrar a melhor agência para construir a solução que você precisa.

Algumas marcas têm pessoas dedicadas no time de marketing ou um responsável da área de compras para iniciar essa busca no mercado de forma estruturada – aliás, esse processo tem um nome já conhecido no mercado: concorrência. Seja esse o seu caso ou não, vou compartilhar passos importantes para você ter sucesso na busca, fazer a melhor contratação e garantir que o tão suado budget de marketing alcance resultados significativos para sua marca.

Vamos lá?

Veja também:  Relações Públicas: como uma agência de PR pode ser estratégica para a sua empresa?

1) Briefing, aqui tudo começa

Para que a relação de expectativa x entrega dê certa do começo ao fim, é essencial que você tenha uma visão muito clara de como pretende trabalhar com uma agência e quais tipos de serviços você precisa. É a qualidade, profundidade e clareza do briefing que define 90% das suas chances de acertar na contratação de uma agência: inclua desde a história da empresa, o que você precisa resolver, metas, cronogramas e budget.

2) Pesquise o mercado de agências

Esse é um segundo e importante passo. Existe um universo de agências lá fora, com diferentes serviços, tamanhos, estrutura, habilidades e conhecimentos. Por isso, releia seu briefing e pesquise em qual parte desse universo de agências está a solução que você precisa contratar. Dar um “Google” é um ótimo começo nessa pesquisa, pedir indicações para sua rede profissional ou mesmo contratar um serviço especializado como da B.done, são caminhos para você nesta fase.

3) Solicite informações para as agências, a famosa RFI

Depois da clareza de qual serviço e agência mais coerente para construir a solução do seu briefing, é hora de definir com as quais você quer começar uma conversa. É impossível conversar com todas que se enquadrariam, por isso, a recomendação é que você faça uma short list de três a cinco agências que mais se enquadram com o perfil que você está buscando. Com uma lista desse tamanho, você garante um tempo de qualidade nas conversas que você precisará para dedicar com cada uma das agências na próxima etapa do processo.

Para otimizar esta etapa, o melhor caminho é fazer uma solicitação de informações (RFI) antes de envolver qualquer uma das agências em sua curadoria. Uma RFI é uma maneira formal e estruturada de buscar informações sobre as agências antes convidá-las a apresentar uma proposta para o seu briefing. Com isso, você irá garantir informações mais concretas sobre cada agência, e otimizar tanto o seu tempo e da própria agência em evoluir em uma proposta que não faça sentido para nenhum dos dois no fim das contas.

4) Convite para apresentar a proposta, conhecida também como RFP

Definiu quais as agências são as mais preparadas ou experientes para seu briefing? Agora é a hora de convidar as agências formalmente para ter uma conversa para discutir seu resumo e apresentar uma proposta. Nesta etapa, a RFP ou também conhecida como “requisição para uma proposta”, é o documento que irá guiar as agências para construir a melhor estratégia, para seu briefing. A RFP nada mais é que seu briefing detalhado minuciosamente, e também o que você irá avaliar para tomar sua decisão na contratação.

5) Hora do pitch das agências

É normal, principalmente quando o briefing envolvem campanhas criativas e projetos anuais que impactem fortemente a marca, a necessidade de uma etapa de pitch para suportar a decisão sobre a agência contratar. Uma etapa de pitch pode consumir um tempo significativo de ambas as partes e custar caro, principalmente da perspectiva da agência. Por isso, avalie com bom senso o quanto é importante trazer essa etapa para uma concorrência e perceba se não há outros critérios que irão ajudar você a tomar essa decisão de forma mais rápida e com menos custo de tempo e dinheiro.

6) Agência escolhida, é hora da ação

Depois de estas etapas, você com certeza diminuiu significativamente a chance de contratar uma agência errada. Com a decisão da melhor agência é hora de formalizar a relação com a usa escolhida e dar um feedback para as outras agências do motivo pelo qual você nas escolheu. Com a nova agência, os próximos passos incluem a formalização contratual com os detalhes as responsabilidades da marca e da agência.

Veja também:  E agora que o mundo parou? O que fazer com o planejamento de Marketing para 2020?

Parece um pouco cansativo passar por todos esses pontos para garantir a contratação da agência correta? Pode ser um pouco mesmo, não vamos negar.

Mas no fim, é como buscar um talento para o time de marketing: leva tempo, esforço e foco para encontrar aquela famosa “agulha no palheiro”, mas quanto mais dedicado você é no processo, maior a probabilidade de fazer a escolha certa e minimizar o desperdício de recursos importantes: tempo e dinheiro.

A maneira de buscar uma agência no mercado e as etapas que serão seguidas, certamente serão peculiares para cada marca. Compartilhei neste artigo as principais etapas que minha experiência já me ensinou para garantir mais sucesso na relação de marcas e agências.

A B.done tem soluções para ajudar a sua marca no processo de concorrência e buscar a melhor agência no mercado. Você pode conhecer nossos serviços ou iniciar uma conversa com a gente agora mesmo no whatsapp

Escrito por: