Os segredos dos eventos corporativos de sucesso: entrevista com Danì Entrudo

Quando falamos em eventos corporativos, é fácil subestimar o impacto que eles podem ter na imagem de uma empresa e em seus resultados. Seja um lançamento de produto, uma conferência ou uma convenção de negócios, esses eventos podem ser verdadeiros diferenciais estratégicos para companhias de todos os portes. Além de gerar networking e oportunidades de negócios, eles ajudam a fortalecer a cultura organizacional e a divulgar a marca de forma memorável.

Hoje, temos o privilégio de compartilhar a entrevista que realizamos com Danì Entrudo, CEO da GoFun – empresa especializada em eventos e promoções. Com anos de experiência, Danì traz insights incríveis sobre como planejar e executar encontros que realmente fazem a diferença para as empresas. Quer saber mais sobre estratégias inovadoras, os desafios do setor e dicas práticas para realizar um evento inesquecível? Confira as respostas de Danì nesta entrevista!

 

BD: Para começar, gostaria que você se apresentasse brevemente e nos contasse um pouco sobre sua trajetória profissional até se tornar CEO da GoFun.

Danì: Sou publicitária de formação e sempre gostei de eventos, cultura e artes, na época da faculdade cheguei a estagiar em grandes agências de Publicidade e Propaganda, mas os eventos sempre me encantaram. Depois de formada passei por empresas como Laboratório Eurofarma, SESC, RBSTV (afiliada no Sul da Rede Globo), entre outras empresas. Em 2010, passando por um momento de transição de carreira com a ajuda de uma coach, decidi empreender e nasceu a Gofun Eventos.

BD: Como você enxerga o papel dos eventos corporativos na construção de relacionamentos e impulsionamento do crescimento das empresas?

Danì: Acredito ser fundamental, principalmente para aquelas empresas que querem entender e conhecer melhor o seu consumidor, é nos eventos e ativação de marca que normalmente surgem muitos insights sobre produtos e serviços, pois é o momento em que o usuário está interagindo com a sua marca ao vivo, em real time e isso é muito valoroso.

Veja também:  ABM: Tudo sobre Account Based Marketing

BD: Com a crescente digitalização, como seu time se adaptou para oferecer eventos online e híbridos? Quais foram os principais desafios enfrentados nesse processo?

Danì: Antes de 2020 nós quase não fazíamos transmissões online, o máximo que acontecia era a inserção de um link ao vivo de algum palestrante que estivesse no exterior. A partir de março de 2020 nos deparamos com uma realidade completamente diferente, imergimos com tudo nos eventos digitais, estudamos muito, desde a parte técnica às suas estratégias. E em fevereiro de 2021 iniciamos um trabalho pioneiro e desafiador para o SESI-RS, uma instituição com mais de 75 anos e que até então nunca havia feito nada no digital. Desenvolvemos para eles uma plataforma própria para a transmissão de seu evento que em 4 dias atingiu a meta de 10 mil inscritos, até a data do evento chegamos a marca de mais de 27 mil inscritos e isso nos garantiu a assinatura de um contrato para o ano seguinte. Os principais obstáculos foram as questões relacionadas a verbas, pois muitas vezes é difícil para os clientes entender que um evento híbrido e/ou online demanda uma produção tanto ou até maior que um evento 100% presencial.

BD: Como a GoFun se mantém atualizada sobre as últimas tendências e melhores práticas em eventos? Quais são as tendências emergentes nesse setor?

Danì: Participando de outros eventos, realizando cursos, visitando exposições de arte, assistindo espetáculos de teatro, entre outros. Para nós a tendência sempre será tudo o que for relacionado ao comportamento humano, somos muitos curiosas e estamos sempre pesquisando nessa área.

BD: Como você mede o sucesso de um evento corporativo e como sua empresa se esforça para alcançar resultados mensuráveis para os clientes?

Danì: Temos como prática realizar pesquisa com os usuários finais, além de reuniões de feedback com equipe e gestores envolvidos. Através das análises de seus resultados montamos um documento de “Lições Aprendidas” e procuramos nos guiar através dele para um próximo evento.

Veja também:  A importância do design na comunicação das marcas

BD: Quais foram os eventos corporativos mais memoráveis ou desafiadores que sua empresa organizou e por quê?

Danì: O mais recente foi a produção executiva da Arena Temporada Tramontina, onde tivemos aproximadamente 40 dias para criar e executar cenograficamente seis produtos gigantes da marca: uma cadeira de 4,5m de altura, duas tomadas de 2,00m, dois regadores de 3,00m e uma garrafa térmica de quase 3,00m. O desafio foi grande, não só pela questão do design, arquitetura e montagem cenográfica dos materiais, mas porque eles ficariam expostos por 30 dias à beira mar no litoral sul do RS, onde muitas vezes em função do El Niño, corremos o risco de enfrentar ciclones com ventos de mais de 120 km, então o nosso principal desafio era garantir que todos esses materiais resistissem de forma segura durante todo esse período. Para isso contamos com uma equipe multidisciplinar, com engenheiros, arquitetos e equipe de montagem técnica especializada para garantir a total segurança de trabalhadores e usuários finais .

BD: Quais são os principais conselhos que você daria a empresas que estão planejando realizar seu primeiro evento corporativo?

Danì: Reserve pelo menos 04h semanais para discutir e planejar o evento junto com a equipe responsável e empresa contratada, não pensei que é só um “eventinho, reuniãozinha, festinha”, veja o evento como uma oportunidade de negócio, uma oportunidade que a sua empresa está tendo para se relacionar com o seu público final. E não pense que contratar uma empresa de produção de eventos é caro, caro é não ter o resultado desejado.

Bate-bola:

📚 Um livro que você indicaria para todos: Essencialismo: A disciplinada busca por menos”. Menos é mais e nos eventos também.

Veja também:  Compreendendo o poder do vídeo para marketing

👤Uma referência/inspiração de carreira: Tem muitas pessoas que me inspiram, destaco aqui duas: Hebe Camargo e Emicida

✅Uma dica para os negócios: Tenha sempre uma reserva financeira, o ideal para mim é sempre guardar 30% do que você fatura, se conseguir guardar mais, melhor. Essa reserva foi o que nos salvou na pandemia.

✍🏼 Uma dica para a vida: Saber equilibrar trabalho e vida pessoal. Acho muito cafona ser workaholic. 

👀 Para você, trabalhar com eventos é…? É visceral. É lindo ver o que você um dia rabiscou num papel, tomar forma e ser concretizado na sua frente.

*A GoFun está no mercado de produção de eventos corporativos desde 2010, atuando junto com o cliente, cuidando de cada detalhe e entregando eventos de sucesso de ponta a ponta [saiba mais].

By: B.done | Beatriz Proença

Continue Lendo:

Como o marketing eficaz impulsiona o sucesso das pequenas empresas

Gerenciar uma pequena empresa envolve administrar simultaneamente diversos aspectos críticos. Entre eles, o marketing se destaca

SEO Centric: motivos para sua empresa investir nessa estratégia agora

SEO Centric: Imagine sua empresa conquistando o topo das páginas de resultados do Google, transformando-se na

Como a sua agência de marketing pode reduzir custos com a tributação de impostos

Uma agência de marketing costuma enfrentar uma série de desafios, desde a conquista de clientes até

Receba informações e notícias em seu e-mail.